• IMG_1338
  • GOPR38551
  • IMG_16691
  • DSC028631
  • Slider1

Conheça San Andrés

Desde 1803 e reafirmado pela Corte Internacional de Justiça em 19 de novembro de 2012, o arquipélago de San Andrés, Providência e Santa Catalina pertence mesmo a Colômbia. As ilhas, porém, estão a 800km de distância da costa do país, na meiúca do Caribe.

Apesar da Nicarágua também reclamar soberania (a 190km), as ilhas parecem mesmo pertencer aos brasileiros. O Mar das Sete Cores está lotado de brazucas que aproveitam os preços baixos para desfrutar do calor interminável e dos cenários de filmes de pirata. Inclusive rola fazer umas compritchas.

Passei cinco dias neste destino antecedido por duas noites em Bogotá. Peguei sol a pino, tempo meia boca e até chuvas torrenciais. Nada tirou a beleza do lugar, nem a nossa empolgação.

San-Andres-Island_full_600

Como Chegar

Eu fui de LAN via Bogotá, mas a Avianca e a Copa também vão para San Andrés. Lembrando que pela Copa, a conexão é via Panamá, ou seja, PRECISA passaporte. Via países do Mercosul, carteira de identidade com menos de 10 anos é valida.

Evite conexões de menos de 3 horas em Bogotá, a chance da sua mala ficar para trás é significativa.

Para entrar em San Andrés precisei pagar uma taxa de turismo no aeroporto de Bogotá, no guichê mesmo do portão de embarque. O cartão custa 48.000 pesos colombianos independente do tempo que ficar. Guarde com carinho, você precisará dele para seguir para Providencia e para sair da ilha.

O aeroporto é um ovinho. Taxi para a cidade não tem taxímetro porém é baratinho. Procure você mesmo seu motorista, uns picaretas ficam no maior assédio só para chamar o taxi e te arrancar uma graninha.

Quando ir

O Caribe é quente o ano todo, mas as melhores épocas são de junho a agosto – média temporada com preços ainda melhores –  e dezembro/janeiro, alta temporada, quando está mais seco. San Andrés está fora da rota dos furacões, mas eles podem  influenciar o clima entre agosto e novembro. Eu peguei tempo instável agora no começo de setembro apesar do calorão.

Jhonny Cay

Jhonny Cay. Nada tirou a beleza do lugar, nem a nossa empolgação

Grana e Compras

A moeda é o peso colombiano. Eu paguei na melhor cotação 720 COPs por real.

De modo geral, eu já dei umas dicas aqui. Quando fui, a melhor opção era trocar reais por pesos no Banco Santander (eu, por preguiça, não fiz isso). Confira no VET do Banco Central.

Eu levei uma merreca em dólares por garantia e o resto eu levei em reais.

Só no aeroporto se troca reais em San Andrés, mas por uma péssima cotação. Na rua e no Bancolombia, especificamente, só dólares. A melhor opção é trocar em Bogotá. A primeira casa de câmbio logo na saída de desembarque é obviamente o pior preço. Daí até o ponto de táxi existem mais duas com cotações diferentes entre si.

Não tive problemas com meu cartão de crédito em nenhum lugar.

Vale levar uma graninha extra para comprar perfumes e vodcas, bem mais baratas que no freeshop. Cuidados com produtos falsificados, existem aos montes lá.

A ilha é isenta de impostos, mas fora estes dois produtos não achei o resto barato não. A grande maioria das lojas estão no centrinho e no

Calçadão da Praia Peatonal

Calçadão da Praia Peatonal

. Os perfumes mais em conta são nas perfumarias Paris e Beverly Hills.

Onde ficar

Sem dúvida é melhor ficar no centro, a não ser que a ideia seja ficar um tempo maior e curtir a ilha com a calma das marolas.

Eu fiquei no San Andrés NobleHouse. Era o melhor custo beneficio e ainda tinha água quente, o que parece ser raro. O café da manhã era sempre o mesmo, mas razoável. A internet é bem boa e a Lola da recepção foi incrível.

O pessoal que conheci lá estava no Hostel El Viajero, o clima é bem legal e o preço bem mais em conta. Tem quartos privativos e a internet é boa, mas sem água quente.

Dica de restaurantes

La Regatta, na Av. Newball do lado do Clube Naútico, todo mundo conhece, só perguntar. O restaurante fica em um deque em cima do mar e é super chamorzinho. Minha recomendação e minha fatura foram: Um ceviche de camarão no leite de coco + lagosta no molho de tamarindo + 4 limonadas de coco para um casal saiu por 130.000 COPs (R$180,00)

La Regatta

La Regatta

Além da limonada de Coco, uma delícia da Colômbia, provem o suco de Lulo. Essa fruta parece cajá, mas sem o azedo. É boa até recheando chocolate.

O Mahi Wahi, é outro restaurante bacaninha e bom à beça. Fica no Hotel Casablanca. Tomamos 2 sopas de camarão + 1 Encocada de frutos do Mar (Marília ficou satisfeita só com a sopa) + 2 limonadas de Coco + 1 Coca por 94.000 COPs (R$130,00). Essa ‘encocada’ é tipo uma moqueca de frutos do mar feita com coco e vem com uns chips de banana por cima. Muito, muito gostosa.

Bem mais em conta para comer no dia a dia, tem o restaurante do Hotel PortoBello, ao lado do Nuevo Aquarium. O menu do dia com sopa, prato principal, sobremesa e mais um suco Tang sai por 10.300 (R$14,00). A comida é super bem feita. Comi lá um dia risoto de Frutos do mar e no outro, um peixe frito com batata frita, salada e um arroz diferente. À noite os pratos ficam mais caros, mas eu comi uma Pasta Marinera com lula e camarão por 28.000 COPs que era de chorar de boa! É tudo isso no ar condicionado!

A lanchonete El Corral, na ponta da praia do centrinho, é bem gostosa, os sanduiches são grandes, mas também não é barato. E tem uma sorveteria num quiosque, bem ao lado, que vende sorvetes magníficos por 5.000 COPs, mas não me lembro o nome.

Noitada

cocoNoitada, noitada eu não digo, mas rola um clima beeeem engraçado na Coco Loco ao som de regaton e afins.

Oçpão melhor é comprar sua biritinha no supermercado Aquarium, ao lado do barzinho dançante de mesmo nome e tomar bem em frente na areia da praia. Se tiver a mesma sorte que eu, com uma turma recém conhecida maneiríssima.

Roteiro Sugerido e Resumido

Dia da Chegada: Descubra o centrinho e o calçadão da Praia Peatonal, quem sabe não dá tempo até de uma prainha de fim de tarde.

Dia 1: Carrinho de Golfe em volta da Ilha.

Dia 2: Isla Cayo Bolívar

Dia 3: Mergulho de Garrafa ou Escafandro/ Compras

Dia 4: Rose Cay (Acuário) e Jhonny Cay

Roteiro Plus

3 dias e 2 noites em Providencia e Santa Catalina. Os catamarãs saem em dias alternados.  Partem às 8hs de San Andrés e às 15hs de Providencia.

Mergulho de Garrafa

Curiosidade

Boa parte da população da ilha fala um inglês enrolado, que eu vivia esquecendo o que era e tentava em vão acompanhar. Além do espanhol, o inglês Creole é bastante falado pelos isleños, faz parte da cultura herdada pelos ingleses e corsários.

Corsários são conhecidos como piratas. Eram financiados por governos que queriam provocar prejuízos em nações inimigas, roubando embarcações, principalmente carregadas com metais preciosos. Capitão Morgan é um pirata bem conhecido de San Andrés.

 

Leia mais em:

San Andrés: Roteiro de 4 ou 7 dias

Como não fazer Providência ou Porque fazer amigos

 Bogotá: Tudo que Você Precisa Saber

Bogotá: Roteiro de Domingo

Roteiro para Conexões de 9hs em Bogotá

 

Veja a Galeria de Fotos: San Andrés | Fotos

 

 

9 Comentários

    yasmin Brito | Em 13/09/2014
  1. Amei essa viagem!tudo muito lindo. E tenho certeza que suas dicas são as melhores rsrsrsr seu super bom gosto me agrada. Um dia irei visitar esse paraíso! :*

  2. Fellipe Archanjo | Em 13/09/2014
  3. Obrigado, Yasmin. Vá sim! Você vai curtir muito.

  4. Júlia Araujo | Em 13/09/2014
  5. Adorei as dicas! ! Foi uma super viagem.

  6. Ana Paula | Em 14/09/2014
  7. Essa foto do mergulho com a arraia é de revista! Incrível!

  8. Sil | Em 14/09/2014
  9. Felipe, adorei as dicas. Estou indo pra lá esta semana e vou leva-las na mochila. Bjss

  10. Fellipe Archanjo | Em 14/09/2014
  11. Júlia e Ana, obrigado. Sil, aproveite muito sua viagem e volte para deixar as suas dicas aqui nos comentários. Vou curtir e você ainda vai ajudar outros viajantes.

  12. Sonia Regina Graça de Araujo | Em 17/09/2014
  13. Praia dos sonhos, águas cristalinas, areia branquérrima, fundo do mar lindo. Com certeza dá vontade de conhecer.

  14. Sonia Regina Graça de Araujo | Em 01/10/2014
  15. Suas explicações e dicas são fundamentais para quem vai curtir San Andrés.

  16. Ludmila Dias | Em 04/07/2016
  17. Olá!! Muito bom o post!! Estou Querendo ir em Agosto, o custo x beneficio de San Andres parece ser ótimo! Obrigada!!