• IMG_1338
  • GOPR38551
  • IMG_16691
  • DSC028631
  • Slider1

Cachoeiras de Tamasopo

A base Tamasopo é quase uma vila. Uma praça e algumas ruas, mas com um complexo de cachoeiras incríveis.

Pegamos as festas que antecedem o Dia dos Mortos, com muita música, comida e dança em volta do coreto. Uma comemoração crua, feitas para o povo.

Festa dos Mortos no Zócalo

Festa dos Mortos no Zócalo

O aplicativo de navegação off-line  CityMaps2Go salvou o passeio em vários momentos porque ele completava as sinalizações além de mostrar caminhos  que o GPS não marcava.

Como disse anteriormente. Não é um lugar que turistas gringos frequentam, tornando tudo muito simples e, às vezes, até precário. Artesanato é raro, são vendidos milhões de cacarecos tipo aqueles do Paraguai. Nem um ima de geladeira eu achei  .

Um lugar gostoso pra beber é na Taco-Fish, bem perto da praça. Não rola uma janta, mas rola uns tacos bem gostosos. A michelada da região era diferente da que conhecia aqui no Brasil (Caneca de Chopp com limão, uma gota de tabasco e sal na borda). Lá é tipo um Blood Mary feito com cerveja. Eu achei gostoso nas primeiras 3 goladas, depois fica meio enjoativo.

La Isla Restaurante rola um jantar mesmo. É bem gostoso e o garçom fala até inglês. O prato típico da região é a Encillada com Cecina – carne, algo parecido com uma panqueca de milho, feijão e queijo, às vezes guacamole.

 

Cascadas de Tamasopo

Uma cachoeira de mais ou menos 15 metros de frente para um clube, além de pequenas outras e poços ligadas por trilhas leves. Um lugar para passar uma tarde inteira SE não tiver uma farofada. Como foi nossa primeira parada, estava tranquila demais! Talvez valha a pena passar um dia extra só curtindo aqui.Cascadas Tamasopo

 

El Trampolin

É tipo cenário do filme A Lenda e afins. É mágico mesmo. Lugar para conhecer e talvez um pequinique

IMG_6919

Puente de Dios

Mais uma série de cachoeiras e quedas de nível espetacular. Cheio de trilhas (leves) e passagens no meio delas.  Impressionou também a negligência (ou sei lá como eu vou chamar) com a segurança das crianças pelos pais mexicanos. A pirralhada saltava de um lado para o outro na beirinha da cascata, em lugares cheio de limo à beira de quedas altas. Tava quase pegando uma galera pela mão de nervoso.

Puente de Dio

Micos

É bem bonita, mas a mais farofa de todas. Com tendas de comida bem suspeitas ( e ruim na que almoçamos) e muitos camêlos de cacarecos. São sete quedas que variam de 2 a 50 metros. Rola fazer rapel, andar de caiaque, nadar e fazer um tour contratado para fazer salto livre pelas 7 quedas!Micos

 

Seguimos a programação na rota que passei. E no dia seguinte cedo fomos para Tampico (3:30h de carro).

Tampico é beeem feia, como uma praia bem mais ou menos. Ficamos um dia inteiro lá e pegamos o vôo na manhã seguinte. Eu usaria esse dia para curtir meu ponto preferido em Tamasopo.Tampico

Links:

Roteiro: México

Huasteca Potosina (Monte seu roteiro)

Dia 1: Xilitla e Las Pozas de Edward James

Dia 2: Sótano de las Golondrinas e Tamul

0 Comentários